Identidades sólidas ou fluidas? O que produz a Educação Especial?

Luciana Pacheco Marques, Frederika de Assis Abrantes

Resumo


A Educação Especial é apresentada como uma disciplina específica que acaba por segregar o alunado objeto de seus discursos teóricos e práticos em uma identidade especial. Ao encarar o outro a partir de sua diferença, este é considerado um elemento perturbador da mesmidade, como se esta realmente existisse. O objetivo deste texto é mostrar, através do conceito de identidade, os sentidos presentes quando se fala em uma Educação Especial. Aborda-se o conceito de identidade utilizado na Modernidade e sua relação com a visão da deficiência. Trata-se do papel da escola e os sentidos assumidos pela Educação Especial na Modernidade. Por fim, apresentam-se os movimentos de ruptura assumidos na Atualidade e suas consequências na e para a Educação.

Palavras-chave: Identidade. Diferença. Educação Especial. Modernidade. Atualidade.

Solid or fluid identities? What makes Special Education?

Abstract

Special Education is presented as a specific discipline which eventually segregates the object student group of its theoretical and practical discourse within a special identity. By facing the other from its differences, it is considered just as a disturbing element of sameness, as if it really exists. The main goal of this text is to show the current meanings through the concept of identity when talking about Special Education. The concept of identity is approached as used in Modern Times and as related to the view of disability. The role of school is discussed as well as the meanings of Special Education in Modern Times. Finally, rupture movements are presented as shown in Current Times and its consequences in and for Education.

Keywords: Identity. Difference. Special Education. Modern Times. Current Times.


Palavras-chave


Identidade. Diferença. Educação Especial. Modernidade. Atualidade.

Texto completo:

PDF

Referências


BAUMAN, Zygmunt. Identidade: entrevista a Benedetto Vecchi. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2005.

CANDAU, Vera Maria. Multiculturalismo e direitos humanos. DHNET. s/d. Disponível em: . Acesso em: 28 ago. 2003.

CANEN, Ana. Educação multicultural, identidade nacional e pluralidade cultural: tensões e implicações curriculares. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 111, p. 135-149, dez. 2000.

DELEUZE, Gilles. Diferença e repetição. Rio de Janeiro: Graal, 2006.

FERRE, Nuria Pérez de Lara. Identidade, diferença e diversidade: manter viva a pergunta. In: LARROSA, Jorge; SKLIAR, Carlos (Orgs.). Habitantes de Babel: políticas e poéticas da diferença. Belo Horizonte: Autêntica, 2001. p. 195-214.

FLEURI, Reinaldo Matias. A questão da diferença na educação: para além da diversidade. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 25, 2002, Caxambu. Anais... Caxambu: ANPEd, 2002. 1 CD ROM.

______. Intercultura e educação. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 23, p. 16-35, 2003.

GALLO, Silvio. Deleuze e a educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2004.

LINS, Daniel. Mangue's school ou por uma pedagogia rizomática. Educação e Sociedade, Campinas, v. 26, n. 93, p. 1229- 1256, set./dez. 2005.

MARQUES, Carlos Alberto. A estetização do espaço: perspectivas de inserção ou de exclusão da pessoa portadora de deficiência. Educação em foco: revista de educação, v. 4, n. 2, p. 71-82, set. 1999/fev. 2000.

______. Para uma filosofia da deficiência: estudo dos aspectos ético-social, filosófico-existencial e político-institucional da pessoa portadora de deficiência. Juiz de Fora. 1994. 113f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) – Departamento de Filosofia, Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 1994.

MARQUES, Luciana Pacheco. Diversidade, formação de professores e prática pedagógica. Educação em Foco, Juiz de Fora, v. 13, n. 1, p. 175-184, mar./ago. 2008.

SILVA, Tomaz Tadeu da. A produção social da identidade e da diferença. In: SILVA, Tomaz Tadeu da; HALL, Stuart; WOODWARD, Kathryn (Orgs.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis: Vozes, 2000. p. 73-102.

SKLIAR, Carlos. A educação que se pergunta pelos outros: e se o outro não estivesse aqui? In: LOPES, Alice Casimiro; MACEDO, Elizabeth (Orgs.). Currículos: debates contemporâneos. São Paulo: Cortez, 2002a. p. 196-215.

______. É o outro que retorna ou é um eu que hospeda? Notas sobre a pergunta obstinada pelas diferenças em educação. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 25, 2002b, Caxambu. Anais... Caxambu: ANPEd, 2002b. 1 CD-ROM.

______. Seis perguntas sobre a questão da inclusão ou de como acabar de uma vez por todas com as velhas – e novas – fronteiras em educação. Pró-Posições, Campinas, v. 12, n. 2-3(35-36), p. 11-21, jul.-nov. 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rcd.v8i16.3424

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PORTAIS & INDEXADORES:

Academic IndexAcademic IndexAcademic Index