Incidência de preconceito racial em professores: um preditor de fracasso escolar de estudantes?

Fauston Negreiros, Rebeca de Alcântara e Silva Meijer, Ludgleydson Fernandes de Araújo

Resumo


Este trabalho resulta da investigação da incidência do preconceito racial em professores da rede pública, considerando sua relação com a produção de ações que levem ao fracasso escolar dos discentes. A metodologia foi quantitativa, exploratório-descritiva. Participaram 201 professores de ambos os sexos, entre 25 e 59 anos, do Ensino Fundamental público de Floriano/PI, correspondendo a 44,46% da amostra significativa da localidade. Os dados foram coletados com a Escala de Racismo Moderno e analisados estatisticamente pelo programa GraphPadPrism para estimar aspectos da categorização e variáveis envolvidas acerca do preconceito racial. Constatou-se que a discriminação é expressa de forma silenciada, por meio do falso mito da democracia racial: embora os entrevistados tenham-se declarado isentos de preconceitos, os conteúdos de suas concepções mostram o contrário.

Palavras-chave: Preconceito racial. Professores. Desempenho Escolar. Fracasso.

The incidence of racial prejudice on teachers: a predictor of school failure of students?

Abstract

This work results from an investigation on the incidence of racial prejudice on public school teachers, considering their relationship with the production of actions that lead to the school failure of the students. The method was quantitive, exploratory and descriptive. The study consisted on 201 teachers of both genders, between 25 and 59 years old, which belong to a public elementary school of the city of Floriano/PI, corresponding to 44.46% of the representative sample of the locality. Data were collected with the modern racism scale, and statistically analyzed by GraphPadPrism program to estimate aspects of categorization, and variables involved in racial prejudice. It was found that the discrimination was expressed in a muted way through the false myth of racial democracy: although the teachers had declared themselves free of prejudices, the contents of their conceptions show otherwise.

Keywords: Racial prejudice. Teachers. Scholarship performance. Failure.

Palavras-chave


Preconceito racial. Professores. Desempenho Escolar. Fracasso.

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, Ligia Assumpção. Sobre crocodilos e avestruzes: falando de diferenças físicas, preconceito, e sua superação. In: AQUINO, Júlio Groppa (Org.). Diferenças e preconceito na escola: alternativas teóricas e práticas. 5 ed. São Paulo, SP: Summus, 1998.

BONI, Márcia Regina. Formação docente para a diversidade racial: uma experiência no CEFAPRO de Sinop/MT. NEED, s.d.. Disponível em: . Acesso em: 26 maio 2013.

CANEN, A.. Avaliação da Aprendizagem. In: Canen, A; Santos, A R dos. (Org.). Educação multicultural: teoria e prática para professores e gestores em Educação. Rio de Janeiro: Ed. Ciência Moderna, 2009, p. 41-58.

FERNANDES, Florestan. A integração do negro na sociedade de classes. São Paulo: Cia Editora Nacional, 1965.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Aurélio Júnior: dicionário escolar da língua portuguesa. 2 ed. Curitiba: Positivo, 2011.

FLEURI, Reinaldo Matias (Org.). Educação intercultural: mediações necessárias. Rio de Janeiro: DP& A, 2003, p. 156.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4 ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GONÇALVES, L. A. O.; SILVA, P. B. G. O jogo das diferenças: multiculturalismo e seus contextos. 3 ed., 2 Reimp. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

IBGE. Pesquisa divulgada pelo IBGE demonstra discriminação racial no Brasil. Dados da Pnad mostram que pretos e pardos têm piores condições de educação, renda e expectativa de vida. Revista Época, 28 set. 2007. 488 ed. Disponível em: . Acesso em: 28 jun. 2013.

LEITE, S. A. da S.; TASSONI, E. C. M. A afetividade em sala de aula: as condições de ensino e a mediação do professor. In.: AZZI, R. G.; SADALLA, A. M. F. de A. (Orgs). Psicologia e formação docente: desafios e conversas. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2002.

LOBO, Bárbara Natália Lages. A discriminação racial no Brasil: verdades e mitos. Minas Gerais: PUC, 2013.

LOPES, Vera Neusa. Racismo, Preconceito e Discriminação. In: MUNANGA, Kabengele (Org.). Superando o racismo na escola. 2 ed. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005.

MUNANGA, Kabengele. Superando o Racismo na escola. 2 ed. revisada / Organizador. – [Brasília]: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2008.

OLIVEIRA, Idalina Maria Amaral de. A questão racial na escola. Portal Dia a dia Educação, s.d. Disponível em: . Acesso em: 26 maio 2013.

PATTO, M. H. S. A produção do fracasso escolar: histórias de submissão e rebeldia. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2010.

REZENDE, Eduardo da Fonseca. A educação como formadora de consciência na luta contra o preconceito racial. Conselheiro Lafaiete Ouro Preto: UFPO, 2012.

ROMÃO, Jeruse (Org.). História da educação do negro e outras histórias. Brasília: Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005.

SANTOS, Ângela Maria. Vozes e silêncio do cotidiano escolar: as relações raciais entre alunos negros e não-negros. Cuiabá: EdUFMT, 2007.

SANTOS, W. S. et al. Escala de Racismo Moderno: Adaptação ao contexto brasileiro. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 11, n. 3, p. 637-645, set./dez. 2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rcd.v8i16.2886

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PORTAIS & INDEXADORES:

Academic IndexAcademic IndexAcademic Index