Cultura e Sociedade: as efemérides no contexto das Sociedades Portuguesas de Beneficência do Rio Grande do Sul no século XIX.

Larissa Patron Chaves

Resumo


Este trabalho trata do estudo de efemérides e seus simbolos, realizadas nas Sociedades Portuguesas de Beneficência do sul do Brasil, bem como a sua representação articulada nas cidades de Porto Alegre, Pelotas, Rio Grande e Bagé. A Sociedade Portuguesa de Beneficência é uma instituição hospitalar criada por imigrantes portugueses no Brasil e no mundo colonial português, a partir da segunda metade do século XIX, dependente do pagamento e de doações advindas, normalmente, dos seus associados. Na Província, as funções primordiais das beneficências pautavam-se pela promoção da representação pública dos imigrantes como indivíduos de boa educação e cultura, e também na promoção à devoção régia da monarquia portuguesa, o que revela relações simbólicas de poder, que atravessam o funcionamento dessas instituições. Neste sentido, o estudo analisa como os eventos, materializados pelas comemorações de efemérides e seus simbolos imagéticos  configuram a representação do espaço de atuação português nas comunidades locais e Portugal, numa rede de relações intenrnacionais que perpetuam a expansão.  O apoio e a proteção do monarca português, representado de diferentes formas, de edifícios sede a retratos do Rei, foram relevantes para a projeção local/regional dos seus associados. 


Palavras-chave


Sociedade Portuguesa de Beneficência; História; Imagem; Poder.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/mouseion.v0i26.3511

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-7207

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000